Página Inicial > Notícias > Aposentados querem suas reivindicações na boca do povo

Aposentados querem suas reivindicações na boca do povo

28, junho, 2013 Apst. do inss

27/06/2013

Aposentados, pensionistas e idosos participaram ontem, em Belo Horizonte, das manifestações que reivindicam mudanças gerais no País. Convocados pela Federação dos Aposentados e Pensionistas de Minas (FAP/MG), o grupo começou a se concentrar na Praça Sete, no centro da Capital, por volta do meio dia. A Associação de Aposentados de Juiz de Fora compareceu trazendo os manifestantes em uma van.

Os cartazes mostravam palavras de ordem como “aposentado tem que escolher entre comer e tomar remédio”; “Congresso, vote os projetos e os vetos dos aposentados”; “Aposentados nas ruas pelo reajustes dignos e fim do Fator Previdenciário” e “Dilma: ouça e ATENDA também a voz do aposentado”.

Robson de Souza Bittencourt, presidente da FAP/MG, liderou o grupo e destacou que “é hora de também os aposentados e pensionistas apresentarem suas reivindicações, visando a dignidade para os atuais 30 milhões de segurados e dar melhor perspectiva para os mais de 50 milhões de trabalhadores, contribuintes da Previdência Social”.

Para Robson, mais do que PEC 37, que se transformou numa bandeira geral das manifestações, “mesmo não sendo um tema popular”, projetos de interesse dos aposentados também podem e devem ganhar essa dimensão e serem aprovados, depois de tantos anos tramitando no Congresso. Ele lembrou o projeto de lei que põe fim ao fator previdenciário e o PL nº 4.434/08, que tramita no Congresso desde 2003, podem ser uma das bandeiras mais importantes de todos os aposentados e trabalhadores do país.

Pelo projeto 4.434/08, os aposentados e pensionistas terão reajustes anuais progressivos, de modo a recuperar o mesmo número de salários mínimosque tinham na data de concessão do benefício. A proposta demorou cinco anos para ser aprovada pelo Senado e, desde 2008, está pronta para ser votada na Câmara Federal.

Os comentários estão fechados.